11 de jan de 2010

A arte do improviso

Depois de descobrir que:

o Sr. Zezinho, (o que embeleza o jardim aqui de casa), não poderia dar um help, com suas mãos divinas;

que os móveis que comprei pra área externa só chegariam, depois que minhas férias acabassem,

que o pé do ombrelone (tudo de bom que comprei), faz o tipo bonitinho mas ordinário, pois não resistiu ao primeiro sopro de vento e quebrou.

Resolvi então, parar de lamentar: que o jardim está acabado (um dia vou fazer um post invertido - um depois e antes - culpa do Kiko o cachorro do Tonico), que não tenho onde sentar e que o sol está escaldante, pus minhas mãos à obra e com um pouco de criatividade e sem gastar um tostão. Montei este cantinho:



Ele está sendo bem disputado aqui em casa e é de onde estou postando agora.

4 comentários:

FERNANDA disse...

Fê,

Disputado e com razão! Com o calor que tem feito, sombra e água caem muito bem. Ótimo descanso para ti.
Abraço.

Rosangela disse...

Oii Fe adorei sua visitinha, seu cantinho é uma delicia, já estou te seguindo beijinhos...

milu disse...

Oi Fe! que alegria encontrar o teu recado.
A Capsula do tempo, a gente faz a qualquer tempo.Eu aproveitei a virada do ano pois por "coincidencia"( nao acredito em coincidencias, acredito que nada acontece por acaso)li la no blog da Monica nesta epoca.Mas faca sim vai te dar um gde prazer e vamos ver se o que conseguimos ate la.pode deixar qdo a solidao apertar eu grito, apesar de adorar minha solitude. O que esta apertando agora sao as saudades. Mas logo estarei voltando pra casa.Um gde bj e fique com Deus.

Ruby Fernandes disse...

Oie Fê querida! Fiquei tão feliz com suas palavras no bloguito!
Obrigada pelo carinho, logo as coisas se resolvem né?
Bjo bjo florzita :)

Pin It button on image hover