6 de dez de 2014

Ensaio sobre a almofada e sobre a vida.

Depois do meu sumiço, retornei e sumi novamente. Aff, está parecendo piada, né? Mas fiquei dodói, minha máquina deu pau e cadê coragem de blogar que não tinha. Então, agora que já estamos melhor (eu e minha máquina) vim dividir com vocês, o ensaio que fiz com uma almofada de crochê, compridinha: tipo quebra-rim e com a cadeira Savonarola da Bisa.





A cadeira Savonarola da Bisa Geralda, era de madeira escura e estava toda comida pelo Kiko. Estava ruinzinha de verdade, mas por ser um clássico do designer. Fiquei com peninha de dizer adeus para ela e mandei pintar, porque estava sem tempo para por à mão na massa. No dia que me entregaram a cadeira, postei esta foto no Instagram e 10 minutos depois, recebi uma ligação que a Bisa tinha partido aos 103 anos de idade, da sua caminha, jogando beijinho para o filho. Uma despedida de novela, para uma artista (ela tocava flauta no cinema mudo). Era uma mulher incrível. Sentirei falta dela.

Agora voltando para a almofada... Fugi um pouco do meu padrão de granny squares brancos e flertei com o bege. Sabe que gostei muito da experiência. Espero que os donos também curtam. Afinal, esta almofada será um presente de casamento.

Beijocas e inté a próxima! Sem demora, prometo!


5 comentários:

Andréa Dutra disse...

tá lindo nanda. como tudo que vc faz.

Rosangela Oliva disse...

A almofada assim bege, a cadeira da Bisa, a história da Bisa, a plantinha como figurante,o ângulo perfeito, a escolha (ou não escolha) das palavras... My God, você é demais!! Parabéns!
Beijinhos, amiga!

Rosana Remor disse...

A cadeira...divina!!!E a almofadinha...oh que fofurinha!!E essa bisa que se foi jogando beijinho...deve ter sido uma pessoa linda, iluminada como vc!!Beijos e não suma mais!!

Val disse...

Olá Fernanda, já tinha tido a oportunidade de lhe falar o quanto é linda a cadeira da Bisa, mas não me tinha chegado a coincidência seguinte: a de vc postar a homenagem a ela, e ela estar nesse momento fazendo a passagem. Coisas da vida que nos levam a pensar que não existe só a matéria, que os pensamentos e os sentimentos têm muitíssima força.
Quanto à almofada, gostei demais da nova combinação, as cores realçaram no "fundo" beige. Quando casei ( mais de 2 décadas atrás) não me importaria de ter recebido algo assim, feito por mãos como as suas! bjs

casa de fifia disse...

que cantinho encantador, essas plantinha roubou a cena rs

bacione


http://fifiacrocheta.blogspot.com/
http://dicadecosturadefifia.blogspot.it/

Pin It button on image hover